10 de jun de 2010

Abismo



Eu cheguei ate o abismo
Mas eu tive que lutar com o próprio sussurro
Eu cheguei ate o abismo
Mas as florestas lutaram contra mim me empurrando pro abismo
Agora eu flui, me libertei do que me atrapalhava
Deixando meu nome pra traz e revelando o novo

Eu cheguei ate o abismo
Aumentando todo meu refugio
E me libertando, tirando todas as magoas que eu sentia
E colocando tudo que eu não quis
Se livrar, entrando no passado eu verei seu rosto

A mentira que flui e a palidez de seu rosto me deixa mais claro
De que tudo mudou colocando magoas
A grandeza que inspira a inveja,
A inveja que engendra o despeito,
E o despeito que produz a mentira...
A mentira esta atrás da verdade que você inventava

O tempo todo me colocando dentro de um buraco
O tempo todo você me deixava inferior
Menosprezado com suas habilidades de despresar-me
Foi por isso que eu cheguei ate o abismo

Nenhum comentário:

Postar um comentário