8 de ago de 2010

Hiding My Paradise


Andei só, por muitas estradas... dias e noites, sem ninguém
Estive a companhia do vento, procurando de você. Sozinho me senti, confesso, me sinto. Estive procurando um alguém que pudesse ocupar esse vazio no meu coração, mas vejo que... não tem ninguém que possa completa-lo.
Então, odeie-me por não saber te amar assim como você me amou.
Mas foi só o que quis aprender, amar você como você me amou.
Crave no meu coração suas palavras, assim elas irão ficar permanecer pra sempre.
Eu não posso mais suportar, a dor é muito real. Eu não me recupero de uma dor facilmente. Ainda mais quando lembro de ti.
E porque você me deixou aqui?
A resposta não foi respondida?

Eu não estou num paraíso
Você me abandonou nesse paraíso

Quando você volta pra casa?
Estou sem paciência, quero que você volte logo aqui é seu lugar. Não sou o único que espera a sua volta.
Ame, assim como eu sou
Não posso mudar o jeito de eu ser assim e agir

Eu não estou num paraíso
Você me abandonou nesse paraíso
E agora quero que tudo isso queime
Ardendo em chamas de fogo para virar cinzas

Estou só...
Ficando cada vez mais a fundo esse mal
Quando você disse que já voltava
Eu acreditei, mas percebi depois de horas que você não voltava, e não voltou. Me sinto só, estou só depois de ti sempre estive só.

Eu não estou num paraíso, pai
Você me abandonou meu pequenino pai
Pois agora, estou sem você para me apoiar
Eu não posso mais saber o que é amar
Ninguém vai me amar como você

Eu não posso estar num paraíso
Você não esta mais nesse paraíso
E agora quero que tudo isso queime
Na chama mais ardente para as cinzas
Esconderem o meu paraíso

Nenhum comentário:

Postar um comentário